Cotidiano

Governo de MS e Bolívia estudam sociedade para fornecimento de gás natural

Encontro aconteceu no Palácio Paiaguás, em Cuiabá

Maisse Cunha Publicado em 21/12/2017, às 21h56

None

Encontro aconteceu no Palácio Paiaguás, em Cuiabá

​Mato Grosso do Sul e Bolívia podem formar sociedade para fornecimento e distribuição de gás natural. A parceria ainda depende de um estudo de viabilidade técnica e econômica, que será produzido pela YPFB (Yacimiento Petrolíferos Fiscales Boliviano), empresa pública de gás natural daquele país.

As tratativas foram oficializadas em encontro realizado nesta quarta-feira (21), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

Na ocasião, ainda foi discutida uma possível fusão entre a MSGás (Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul), a MTGás (Companhia de Gás de Mato Grosso) e a companhia boliviana para a operacionalização do gás natural nos estados.

As autoridades bolivianas ainda buscavam, no encontro, estreitar relações para a comercialização do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) e da ureia boliviana, em Mato Grosso do Sul.

Outras três reuniões ainda devem ser realizadas até 30 de janeiro, data em que a compra direta do gás deve ser oficializada pelos governos.

Na oportunidade, estiveram presentes o diretor-presidente da MSGás, Rudel Trindade Júnior, o presidente da MTGás, Emmanuel Figueiredo, o presidente da YPFB, Oscar Barriga, o secretário de Desenvolvimento Econômico do MT, Carlos Avalone, além de outras autoridades bolivianas.

Jornal Midiamax