Filha de médico, menina de dois anos de idade passa mal e morre no Damha 3

Pai da criança e um amigo médico auxiliaram nos primeiros socorros
| 30/04/2017
- 18:21
Filha de médico, menina de dois anos de idade passa mal e morre no Damha 3

Pai da criança e um amigo médico auxiliaram nos primeiros socorros

Pouco antes das 10 horas da manhã deste domingo (30) o Corpo de Bombeiros foi chamado para atender uma ocorrência em uma casa no Residencial Damha. Uma criança de dois anos de idade apresentava dificuldade para respirar.

Segundo os militares que atenderam a ocorrência, ao chegar à residência a criança, uma menina, já estava sem os sinais vitais. Os bombeiros tentaram, sem sucesso, reanimar a garota, que não respondeu às técnicas de ressuscitação.

O pai da criança e um amigo da família seriam médicos e também participaram dos primeiros socorros prestados à menina. Quando a viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou à ocorrência a vítima já havia falecido.

A reportagem apurou no local que a criança teria sido vítima de um , o que ainda não foi confirmado. A perícia da Polícia Civil já está no residencial, assim como o veículo de uma funerária.

Mal súbito

O delegado João Davanço, que esteve no local, afirmou que a ocorrência será registrada como morte a esclarecer, e que provavelmente a criança tenha sido vítima de um mal súbito, já que não apresentava sinais de violência.

Davanço revelou ainda que a família, que teve a identidade preservada, está muito abalada, e que a criança passará por exames necroscópicos para tentar identificar a causa da morte.

O inquérito será conduzido pela 3ª Delegacia de Polícia Civil, que aguarda o resultado dos exames.

(Matéria alterada às 11h40 para acréscimo de informações)

(Colaborou Danielle Valentim)

Veja também

Tamanduá acabou encaminhado para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres

Últimas notícias