Cotidiano

Com salário atrasado, enfermeiros da Santa Casa paralisam as atividades na sexta-feira

Hospital alega atraso no repasse da Prefeitura

Midiamax Publicado em 08/06/2017, às 20h52

None

Hospital alega atraso no repasse da Prefeitura

Os profissionais da enfermagem que trabalham na Santa Casa irão cruzar os braços vez, em protesto a mais um mês de atraso salarial. A paralisação abrange 1400 profissionais, e começa a partir de sexta-feira (9), às 6h.

Presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Lázaro Santana explicou que a suspensão das atividades foi definida nesta quinta-feira (8), após assembleia da categoria. Conforme explicou, a Santa Casa ainda não se posicionou sobre o atraso nos salários.

Com salário atrasado, enfermeiros da Santa Casa paralisam as atividades na sexta-feira

Segundo a direção da Santa Casa, o hospital recebe em média R$ 23 milhões, deste valor R$ 20,2 milhões são de repasses feitos pelo Ministério da Saúde, governo do Estado e Prefeitura. O restante é adquirido por meio de convênios e atendimentos particulares.

O que diz a Prefeitura

A Prefeitura negou, por meio da assessoria de imprensa, atraso no repase. A administração alega estar “dentro do prazo legal previsto no contrato. “Quanto ao suposto atraso de pagamento aos servidores do hospital, é importante frisar que tais servidores são de responsabilidade da instituição e não do município, sendo que a prefeitura está dentro do prazo legal previsto no contrato para efetuar este repasse. Reiterando que o Ministério da Saúde somente faz o repasse do recurso entre os dias 10 e 15 de cada mês”, afirmou. 

A administração explicou, por meio da assessoria de imprensa, que repassa ao hospital R$ 4,7 milhões ao mês, o Estado cerca de R$ 2,5 e o Governo Federal complementa com aproximadamente R$12 milhões, totalizando os R$ 20 milhões ao mês para o serviços contemplados pelo SUS (Sitema Único de Saúde). (Texto alterado às 18h16 para acréscimo de informações).

Jornal Midiamax