Cotidiano

Bptran monta esquema com 28 homens para escoltar passeata da greve geral

Quatro viaturas e 12 motos serão utilizadas 

Clayton Neves Publicado em 27/04/2017, às 18h24

None
bptran2.jpg

Quatro viaturas e 12 motos serão utilizadas 

Equipe composta por 28 policiais militares do Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) vão acompanhar passeata marcada para esta sexta-feira (27), em Campo Grande, durante greve geral em protesto às reformas da Previdência e Trabalhista, apresentadas pelo Governo Federal.

De acordo com a assessoria de imprensa do Bptran, serão utilizadas 4 viaturas e 12 motocicletas para escoltar a passeata e controlar o trânsito.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito)  também está se organizando para atuar durante a passeata, mas até o fechamento desta matéria não tivemos retorno.

Greve Geral

Mais de 200 entidades, diversas categorias e setores que vão do transporte público e privado à saúde pública: todos aderem à greve geral que ocorre na sexta-feira (28) contra as reformas em vigência no Congresso, projetos do Executivo Federal. O ‘levante’ estimado pelas centrais como o maior dos últimos 30 anos é uma resposta às Reformas da Previdência, Trabalhista e contra a aprovação da terceirização total.

Conforme explicou o coordenador do Fórum Estadual Contra a Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista, Weberton Sudário, a população deve estar preparada pois o ritmo dos serviços – mesmo aqueles essenciais – deve diminuir ou até paralisar. A greve terá um ponto de encontro, às 8h, na Praça Ary Coelho, região central. Não há um itinerário confirmado, mas as categorias devem marchar pelo centro. O Comitê espera um número maior do que o último protesto no dia 15, que levou cerca de 15 mil pessoas para a rua.

(Matéria atualizada às 15h40 para atualizar informação)

Jornal Midiamax