Cotidiano

Araçatuba decreta luto de 3 dias pela morte de empresário em queda de avião em MS

Velório é realizado nesta manhã

Wendy Tonhati Publicado em 29/05/2017, às 12h24

None

Velório é realizado nesta manhã

A prefeitura de Araçatuba, cidade do interior de São Paulo, decretou luto oficial de três dias pela morte do empresário e ex-candidato a prefeito da cidade, Luís Fernando de Arruda Ramos, 47 anos. Ele estava em um bimotor que caiu na Fazenda Seriema em Coxim – cidade a 253 quilômetros de Campo Grande, no último domingo (28). No acidente aéreo também morreu o piloto da aeronave, Fábio Jansem Pinho, 37 anos.

Luís Fernando comandava a Lomy Engenharia, incorporadora e construtora de imóveis residenciais e comerciais. Ele foi candidato a prefeito da cidade nas últimas eleições como “Luís da Lomy”, pelo PTB e obteve 38,69% dos votos.

No Facebook, a empresa se manifestou nesta manhã. “Um dia que será marcado pela tristeza e que só poderá ser superado pela admiração e pelo respeito a um homem que pensava em todos nós, que almejava o sucesso não somente para si, mas também para todos. Um líder, um pai e acima de tudo, um amigo. Descanse em paz. #familialomyAraçatuba decreta luto de 3 dias pela morte de empresário em queda de avião em MS

Em comunicado, a empresa informou que o velório dos dois tem previsão de início às 9 horas. O empresário, na Loja Maçônica 21 de Abril e o do piloto, na funerária Cardassi. Os dois serão sepultados no Cemitério Parque Jardim da Luz. O empresário era casado e deixou dois filhos. O piloto também era casado e tinha dois filhos.

Acidente

A aeronave, modelo Piper Seneca V de prefixo PT-WPD, decolou de uma das fazendas do empresário em Porto Esperidião, no Mato Grosso, por volta das 9h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 11h47. Testemunhas ouviram o barulho e viram o avião descendo, batendo e árvores e tentando aterrissar.

A aeronave ficou incendiada e as vítimas ficaram carbonizadas, dificultando a identificação. O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) autorizou a remoção dos corpos para o encaminhamento ao IML (Instituto Médico Legal) de Coxim. As causas do acidente serão investigadas pelo órgão.

Em consulta ao sistema da Anac (Agência Nacional de Aviação), a aeronave está em situação regular. 

Jornal Midiamax