Cotidiano

Após ser preso por agredir a ex, guarda municipal é afastado da Prefeitura

Afastamento é preventivo

Evelin Cáceres Publicado em 03/08/2017, às 13h18

None

Afastamento é preventivo

O secretário Especial de Segurança e Defesa Social Valério Azambuja afastou preventivamente um guarda municipal preso em flagrante no último dia 14 de julho. A decisão foi publicada no diário oficial de Campo Grande desta quinta-feira (03).

O guarda teria ido à casa da ex-mulher, de quem já estava separado há sete meses, e disparado cinco tiros contra a residência. O servidor municipal teria gritado que se a ex não fosse dele, ‘não seria de mais ninguém’. Ele também não tem porte de arma.

A Polícia Militar abordou o guarda, que resistiu à prisão, dando socos e chutes nos policiais envolvidos na operação. O servidor foi preso em flagrante.

O afastamento foi feito “diante da gravidade dos fatos noticiados” até a conclusão do processo de sindicância, no prazo de 60 dias, com efeitos a partir de 21 de julho de 2017. 

Jornal Midiamax