Cotidiano

Adolescentes que sumiram depois de saírem de escola são achados em mata

Jovens estão bem e foram levados para casa

Midiamax Publicado em 12/05/2017, às 14h56

None

Jovens estão bem e foram levados para casa

Os adolescentes, de 13 anos e 17 anos, que estavam desaparecidos desde ontem, depois de saírem de uma escola no Jardim Tijuva, foram encontrados na manhã desta sexta-feira (12) em uma mata no poral Caiobá II, em Campo Grande.

A mãe do mais jovem, de 30 anos, diz que nesta manhã recebeu a ligação de um homem que disse ter visto os adolescentes na mata.

Depois de receber a informação, o marido dela foi ao local e encontrou os meninos. Ao chegar para buscar o filho e o colega, apenas o mais velho voltou. O pai do adolescente mais novo, então, retornou à mata na companhia do pai do outro jovem, e ele foi localizado. Os dois não apresentam lesões e estão bem. Adolescentes que sumiram depois de saírem de escola são achados em mata

“Meu filho disse que tirou uma nota muito baixa, ficou com vergonha e ele e o amigo combinaram de fugir”, explica a mãe. Segundo relatos, esta é a primeira vez que ele foge de casa, mas o amigo teria fugido outras vezes.

Desaparecimento – 

Os jovens desapareceram no fim da tarde de ontem depois de saírem do colégio. Colegas de escola disseram aos pais de Wenderson que o viram por volta das 17h20 de ontem em um ônibus da linha 302, na companhia de Ricalde.

O desaparecimento do adolescente foi registrado na noite de ontem na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga e, desde então, fotos do menino começaram a circular nas redes sociais.

Na manhã de hoje os pais do rapaz mais velho também registraram boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Polícia Civil, localizada no Jardim Tijuca. Os dois adolescentes já estão em casa com os familiares. 

Jornal Midiamax