Cotidiano

Vítima de AVC perde vaga a caminho de hospital e é retirado de ambulância

Após transtorno ele foi levado à Santa Casa

Midiamax Publicado em 07/05/2016, às 15h32

None
abckj.jpg

Após transtorno ele foi levado à Santa Casa

O pedreiro Raimundo da Costa, de 57 anos, que deu entrada no último dia (5), no Centro Regional de Saúde (CRS) do bairro Coophavila II, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), conseguiu vaga para transferência, por meio Justiça, mas nesta manhã (7), perdeu o leito adquirido quando já estava a caminho da Clínica Campo Grande. O paciente precisou ser removido da ambulância de volta para a sala de emergência do CRS.

Assim, que a família soube do acontecido retornou a Unidade de Saúde e questionou a direção do CRS, que conseguiu reverter a situação e transferir Raimundo a Santa Casa. "A última notícia da promotora, era que meu tio deveria ser transferido até às 9h de hoje, sob pena de multa e nós não entendemos nada quando ele perdeu a vaga", relata a sobrinha de Raimundo, Débora Cristina Gomes.

Conforme Débora, o tio passará por exames para identificar a classificação do AVC sofrido pelo tio – isquêmico ou hemorrágico -. Caso se confirme o hemorrágico, Raimundo continuará internado na Santa Casa, porém se for isquêmico seguirá para o Hospital São Julião.

O Jornal Midiamax indagou a assessoria da Sesau (Secretaria Municial de Saúde) sobre a ocorrência da perda da vaga no hospital, que respondeu que nesses casos, o paciente depende que leitos sejam desocupados e, que cada leito é prioridade para casos mais graves. A assessoria pontou que a Sesau fez sua parte em transportar o paciente e, que consequentemente Raimundo já havia conseguido vaga na Santa Casa.

INQUÊMICO X HEMORRÁGICO

A diferença do AVC hemorrágico para o AVC isquêmico é o que segundo decorre da obstrução de uma artéria, e não de seu rompimento. A hemorragia pode acontecer no interior do tecido cerebral (AVC hemorrágico intraparenquimatoso), que é o mais comum e responsável por 15% de todos os casos de AVC. O sangramento também pode ocorrer perto da superfície cerebral, entre o cérebro e a meninge, conhecido como AVC hemorrágico subaracnóideo. O AVC hemorrágico não é tão comum quanto o isquêmico, no entanto, o AVC hemorrágico pode causar a morte mais frequentemente do que acidentes vasculares cerebrais isquêmicos.

Vítima de AVC perde vaga a caminho de hospital e é retirado de ambulânciaWhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

(Sob supervisão Marta Ferreira)

Jornal Midiamax