Cotidiano

Universidade dá início a seminário étnico-racial e exposição de bonecas negras

Exposição valoriza identidade da criança negra

Midiamax Publicado em 09/08/2016, às 20h47

None
unnamed_6.jpg

Exposição valoriza identidade da criança negra

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) realiza o 3º Seminário Regional: Diálogos Interculturais, Currículo e Educação de Fronteira Étnico-Racial e a 2ª Exposição de Bonecas Negras, no Auditório Central da Unidade II. Evento segue até dia a próxima sexta-feira (12).

Os eventos são promovidos na UFGD pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e pelo Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação, Relações Étnico-Raciais e Formação de Professores (GEPRAFE/UFGD).

Os interessados em participar podem fazer a inscrição durante o credenciamento, a partir das 17h30, no Auditório Central. O valor da inscrição é de R$ 25 para todas as categorias (graduandos, professores da Educação Básica, pós-graduandos e docentes do Ensino Superior). Os inscritos como ouvintes  receberão certificados de 40 horas.

A programação do 3º Seminário Regional prossegue até sexta-feira (12) com apresentação de trabalhos, oficinas, exposição, conferências, lançamentos de livros e apresentações culturais.

A abertura será realizada às 19h, com solenidade oficial, apresentação cultural e conferência sobre “Escola, diversidade e inclusão na perspectiva da Educação Especial”, ministrada pela Profª Drª Enicéia Gonçalves Mendes (UFSCar) e mediada pelo chefe do Núcleo Multidisciplinar para a Inclusão e Acessibilidade da UFGD, Prof. Dr. Leonardo Santos Amâncio Cabral (UFGD/FAED).

A 2ª Exposição de Bonecas Negras tem o intuito de afirmar e valorizar a identidade da criança negra e conta com 100 bonecas da coleção da professora Eugênia Portela de Siqueira Marques, chefe do NEAB. 

A exposição ficará na Faculdade de Educação e é aberta a toda comunidade acadêmica e público em geral, inclusive durante as noites de 09 a 11 de agosto. Já o agendamento de escolas com visita e contação de histórias logo atingiu o limite de capacidade e foi encerrado. Para outras informações acesse o site: https://dialogosinterculturais.wordpress.com/.

Jornal Midiamax