Médicos e funcionários do Detran também não entraram em acordo

Na manhã desta quinta-feira (12) a ABSSMS (Associação dos Subtenentes, Sargentos e dos Oficiais Oriundos do Quadro de Sargentos Policiais e Bombeiros Militares de MS) se reúne com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul para mais uma tentativa de negocial salarial.

A Polícia Militar, os médicos e os servidores do Detran são os únicos que não aceitaram a proposta do governo. Segundo o presidente da associação, Thiago Mônaco, a expectativa desta quinta é que o Executivo tenha revisto sua posição e traga alguma contraproposta que contemple a categoria. “Esperamos que tenham se sensibilizado e apresente algo que seja condizente com a expectativa dos militares estaduais. No mínimo o índice inflacionário”, afirma.

Maioria já aceitou

A maioria das demais categorias de servidores já aceitou o abono, que varia até R$ 250,00, e encerrou as negociações. Alguns servidores, como os policiais civis aceitaram a proposta com ressalvas, mas já voltaram as atividades normais.