Cotidiano

OAB põe 2 conselheiros para acompanhar investigações sobre corrupção em MS

Medida faz parte de fortalecimento institucional da Ordem

Guilherme Cavalcante Publicado em 29/01/2016, às 18h21

None
13710644851.jpg

Medida faz parte de fortalecimento institucional da Ordem

O Conselho Estadual de advogados da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul) indicou, durante a primeira reunião do ano, dois advogados para acompanharem os desdobramentos das Operações Lama Asfáltica e Coffee Break. deflagradas pela Polícia Federal e pelo Gaeco (Grupo de Atuação Espacial de Combate ao Crime Organizado). Na reunião, que aconteceu na última terça-feira (26), ficou decidido que o conselheiro estadual César Gilberto Gonzales acompanhará a Operação Lama Asfáltica e o conselheiro Tiago Bana Franco, a Operação Coffee Break.

O presidente da OAB/MS, Mansour Elias Karmouche, comenta que a opinião pública deposita grandes esperanças nas ações da instituição para dar respaldo à consolidação do Estado Democrático de Direito. “Não vamos prejulgar e sentenciar ninguém por antecipação. Mas não vamos tapar os olhos eximindo-nos de enxergar nas denúncias da imprensa fatos graves de nosso cotidiano”, declara.

Sobre o posicionamento da Ordem em torno destes e outros assuntos polêmicos que possam surgir, Mansour é categórico: “Temos prerrogativas constitucionais para nos colocarmos como instituição que defende os grandes interesses da nossa sociedade. Não nos abdicaremos de tomar posições nos momentos certos”.

Jornal Midiamax