Cotidiano

João Grandão pede prorrogação do prazo de cadastro no CAR

Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico obrigatório para imóveis rurais

Júlia de Miranda Publicado em 04/05/2016, às 19h29

None
13100955_266255230384989_3200906637401224863_n.jpg

Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico obrigatório para imóveis rurais

O deputado estadual João Grandão (PT) protocolou hoje no gabinete do ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, ofício solicitando a prorrogação do prazo de adesão ao CAR (Cadastro Ambiental Rural), que vence amanhã (05). O CAR é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais, de acordo com a Lei 12.651/12 e que tem como objetivo “formar uma base de dados estratégicos para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para o planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais”, segundo informações do site oficial do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário).

O deputado usou a tribuna da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) nesta manhã para repercutir os encaminhamentos firmados no lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar. Durante a solenidade, a presidenta Dilma Rousseff (PT) anunciou a aplicação de recursos no valor total de R$ 30 bilhões em créditos para financiamento da produção orgânica e agroecológica de alimentos.

“Estivemos ontem no Palácio do Planalto representando a Comissão de Agricultura dessa Casa, bem como a todos os sul-mato-grossenses. Os investimentos pelo Governo Federal na agricultura familiar evoluíram de 2002 a 2016, cerca de 250%”, ressalta o deputado João Grandão. Ainda segundo informações do MDA, os recursos empenhados através deste Plano serão disponibilizados “por linhas de financiamento para cultivo, produção e investimento com taxa de juros abaixo da inflação”.

No gabinete

O deputado estadual João Grandão (PT) esteve em reunião hoje (05) em seu gabinete com representantes da FETTAR-MS (Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Mato Grosso do Sul), Ana Bisneto Moura, FETAGRI-MS (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul), Ramiro Moisés Neto e assentados de Santa Terezinha, domunicípio de Sidrolândia. Durante a conversa, os representantes das Federações e os assentados avaliaram como positiva as medidas adotadas pelo Plano da Agricultura Familiar deste ano, lançado oficialmente ontem pela presidenta Dilma Rousseff (PT).

Jornal Midiamax