Cotidiano

Homenagens marcam despedidas para pesquisador morto no Pantanal

Veterinário morreu após sofrer acidente com equipe da Embrapa

Midiamax Publicado em 19/01/2016, às 11h06

None
12019903_1012585772114584_7886112329101795514_n.jpg

Veterinário morreu após sofrer acidente com equipe da Embrapa

Familiares e amigos do veterinário, Danilo Saraiva, de 30 anos,  usaram o Facebook para deixar mensagens de despedidas, homenagens e consolo. O doutorando da USP (Universidade de São Paulo) morreu  na tarde dessa segunda-feira (18), na Santa Casa de Corumbá, depois de sofrer um acidente grave com uma equipe da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), enquanto fazia um trabalho de campo em uma das fazendas da empresa, no Pantanal da Nhecolândia.

"Vou começar por uma pergunta boba: será que dá pra gente voltar no tempo? Primo, um dia a gente vai se encontrar para rir um pouco mais! Você se foi antes da hora! Ainda tinha tanto para gente viver. E hoje cada lágrima minha é um agradecimento a você pelos momentos que vivemos juntos! Histórias infinitas que não deu tempo dá gente colocar num livro! Escrevo essas palavras de dentro do seu quarto me perguntando por que você apagou as letras do Bruno e Marrone que escrevemos nas paredes! Eu te amo! Até mais", disse uma prima do veterinário.

Os parentes também receberam mensagens de conforto. "Não estou acreditando lágrimas e lembranças não param. Não estarei no Brasil mas sei que minha família toda esta tentando de alguma forma reconfortá-los. O meu coração está com vocês", disse uma amiga da família.

"Como eu queria que isso tudo fosse um pesadelo, meu Deus! Amor de irmão é incondicional e pra sempre! Eu sinto voce aqui comigo Dan, me abraçando, mas sinceramente não dá pra aceitar", publicou a irmã do doutorando.

Acidente –

O veterinário realizava um trabalho de campo próximo da fazenda Nhumirim, a 150 quilômetros de Corumbá quando sofreu o acidente. 

Além dele, outras duas alunas, um professor parceiro da Embrapa e um motorista da empresa estavam no carro. Os passageiros estavam em uma picape da unidade para realizar coletas de materiais para pesquisa quando o veículo capotou.

O doutorando sofreu traumatismo craniano encefálico e teve de ser socorrido de helicóptero, por uma equipe do Esquadrão de Busca e Salvamento – SAR (Search and Rescue) de Campo Grande. O veterinário  foi levado para o Pronto Socorro de Corumbá e em seguida encaminhado para o CTI, no entanto, não resistiu e morreu por volta das 15 horas de ontem.

Uma das alunas, que também estava no veículo, sofreu escoriações, mas passa bem. As outras pessoas que estavam no carro não ficaram feridas.

Jornal Midiamax