Invasão teria ocorrido nesta sexta-feira

Um hacker autointitulado ‘Hacker Camarada’ teria invadido o sistema de dados do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) nesta sexta-feira (1º). Após a invasão, o hacker teria feito recomendações de segurança, apontado vulnerabilidades do sistema e tecido elogios pelas investigações realizadas pelo órgão.

Uma equipe de analistas de TI (Tecnologia da Informação) tenta restabelecer a segurança no sistema. Apesar do ‘Hacker Camarada’ ter dado dicas de segurança, há a possibilidade de dados sigilosos de processos e outros procedimentos confidenciais terem sido copiados ou alterados ilegalmente.

O Jornal Midiamax procurou a assessoria de imprensa do MPE-MS, que confirmou o ataque. Até a publicação desta matéria, o site do MPE encontrava-se fora do ar.

Reincidência

Esta seria a segunda vez que a instituição enfrenta problemas de segurança, somente nesta semana: na quarta-feira (29), um detento em liberdade condicional invadiu o prédio do Ministério Público atrás do ex-coordenador do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e atual secretário geral do Ministério Público, Marcos Alex Vera de Oliveira.

O homem, que não teve a identidade revelada, foi localizado por seguranças do prédio próximo ao gabinete do procurador geral, Paulo Cézar Passos. A invasão foi exposta durante a reunião do Colégio de Procuradores do Ministério Público, nesta quinta-feira (30).

Vale lembrar que, diferentemente dos crackers, que danificam e roubam dados de sistemas, hacker costumam apontar vulnerabilidades de redes internas.