Proposta foi aceita por unanimidade 

Depois de mais de duas horas de discussões na tarde desta quarta-feira (18), servidores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) resolveram aceitar proposta do Governo de Mato Grosso do Sul e por fim a greve. Os trabalhadores, paralisados desde segunda-feira (16) retornam ao trabalho nesta quinta-feira (19).

Por unanimidade, os mais de 800 profissionais aceitaram abono salarial de R$ 200, mudança nas tabelas salariais em até 6% e implantação do PCC (Plano de Cargos e Carreiras) até 2017, com início das tratativas já no mês que vem.

De acordo com o secretário estadual de administração, Carlos Alberto de Assis, que intermediou a reunião de hoje, a decisão final foi possível, pois os servidores aceitaram estender as negociações da implantação do PCC, que agora, deve ser finalizado até 2017, e não em maio, assim como solicitado anteriormente. “ PCC não se faz da noite pro dia, por isso, saiu a palavra maio da negociação”, relata.

O secretário ressaltou ainda que o Executivo permanece aberto ao diálogo para tratativas. “Estamos sempre disposto a conversar, não precisava dessa greve, mas este episódio fica como experiência. Os servidores entenderam que o Governo não está blefando e quer avançar”, finaliza.

Jonas Corrêa, presidente do Sindetran (Sindetran (Sindicato dos Servidores do Detran), assegurou que o serviço estará normalizado em todas as agências e sedes do Detran em todo o Estado e classificou como positivo o acordo firmado. “Foi bom para ambos os lados”, resume.