Cotidiano

Gestante de oitos meses é diagnosticada com suspeita de Zika na Capital

Parto deve ser antecipado por conta da doença

Wendy Tonhati Publicado em 20/01/2016, às 15h28

None
imageszik.jpg

Parto deve ser antecipado por conta da doença

Mais uma gestante de Campo Grande foi diagnosticada com o suspeita de Zika vírus. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) ainda não confirmou a doença.

A mulher está na fase final da gravidez e os médicos já teriam constatado que o bebê não foi afetado pela doença. Mesmo assim, eles optaram por antecipar o parto, que pode acontecer a qualquer momento, ainda que houvesse aproximadamente uma semana até a mãe dar à luz. 

Além da antecipação, os médicos colheram amostras do líquido aminótico, placenta, sangue do cordão umbilical, sangue da parturiente e enviaram o material para análise no Instituto Oswaldo Cruz, conforme preconiza o protocolo do Ministério da Saúde.

A grávida apresentou os sintomas da doença e procurou atendimento médico em uma unidade de saúde, que confirmou a doença.

Outros casos 

Duas gestantes já haviam sido diagnosticadas com zika na Capital. A primeira, de 21 anos, moradora do distrito de Anhanduí, descobriu que estava grávida quando fazia o tratamento da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Gestante de oitos meses é diagnosticada com suspeita de Zika na CapitalA segunda gestante é moradora de Campo Grande e o caso foi notificado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida.  Não foram divulgados detalhes da paciente, como o tempo de gestação e quadro clínico.

Até a quinta-feira (14), a Sesau contabilizava 71 gestantes estão sendo monitoradas com sintomas do vírus Zika. Nesta quarta-feira (20), cientistas do Paraná divulgaram um estudo que confirma a capacidade do zika vírus de atravessar a placenta de gestantes. O Instituto Carlos Chagas, da Fiocruz de Curitiba, encontrou traços de DNA do vírus em amostra de tecido de uma mulher que teve a gravidez interrompida. (Matéria editada ás 17h15 para correção de informações).

Jornal Midiamax