Em plena epidemia, piscina de mansão na Afonso Pena é tormento para vizinhos

Sem manutenção, a piscina pode acabar virando criadouro de mosquito
| 21/02/2016
- 23:55
Em plena epidemia, piscina de mansão na Afonso Pena é tormento para vizinhos

Sem manutenção, a piscina pode acabar virando criadouro de

Com unidades de saúde lotadas e o crescente número de casos das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, a piscina de uma mansão localizada na Avenida Afonso tem preocupado vizinhos do imóvel. Com períodos longos sem manutenção, a piscina pode acabar virando criadouro do mosquito.

De acordo com o esposo da proprietária de uma escola próxima ao imóvel, o problema não é novo e tem causado preocupação desde as instalações da escola. “Sofremos com essa piscina suja desde que a escola foi inaugurada há três anos. A casa está abandonada. De vez em quando alguém vem fazer a limpeza, mas de tanto a gente denunciar”, explica.

Ele diz que conhece o proprietário e em várias conversas já pediu para que a manutenção da piscina seja mantida em dia, mas o pedido não foi atendido. Denúncias junto a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) também foram feitas e o problema persiste. “A gente conhece o proprietário, já conversamos e ele disse que ia manter limpo. Já denunciamos na Sesau também e nada”, pondera.

Segundo o leitor, a piscina traz problemas porque com as chuvas dos últimos meses a água acaba acumulando e pode se tornar criadouro do mosquito, mas cheia também não causa nenhum alívio. “Mesmo vazia toda vez que chove acumula água, mas ela apresenta vários vazamentos e cheia a gente já viu até rato dentro”, destaca.

Há alguns meses empresários alugaram o local e encheram a piscina e logo foram questionados pelo leitor quanto a sua manutenção. “Questionei se eles iam deixar focos de de novo. O evento acabou e deixaram a piscina abandonada de novo”, ressalta acrescentado que a situação não foi averiguada nem durante os mutirões dos últimos dias.

“A piscina tá lá verde. Semana passada teve todo aquele evento 'midiático' com militares na rua e ninguém passou por lá, a casa fica no coração do Jardim dos Estados e ninguém vai lá. A gente vive fazendo denúncia na Sesau e eles nunca deram nenhuma satisfação pra gente. Se estivessem ido no sábado lá tinham caído de costas”, argumenta.

 

Proprietário e limpeza

De acordo com o proprietário do local, Angelo Bortoluzzi o imóvel está alugado até o dia 28 deste mês e segundo contrato firmado é de responsabilidade do locatário a limpeza e manutenção do local. Antes da publicação desta matéria recedemos a informação que uma equipe de limpeza fazia a manutenção da piscina.

A reportagem entrou em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para saber detalhes sobre a periodicidade de visitas dos agentes epidemiológicos na casa, mas até a publicação desta matéria não obtivemos resposta.   

 

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Veja também

Crânio e ossos humanos estavam ao lado de uma Escola Municipal

Últimas notícias