Cotidiano

Coração que saiu de MS bate no peito de paciente do Incor em SP

A captação do coração foi realizada na Santa Casa

Júlia de Miranda Publicado em 10/05/2016, às 22h24

None
img-20160506-wa0102.jpg

A captação do coração foi realizada na Santa Casa

O coração do sul-mato-grossense que foi captado em Campo Grande dia 06 e viajou de jatinho para salvar uma vida em São Paulo, está batendo forte no novo dono. Segundo assessoria de imprensa do Instituto do Coração (Incor SP) o paciente encontra-se com quadro clínico estável, em recuperação na unidade de tratamento intensivo pós-cirúrgico do local. A captação foi realizada na Santa Casa e contou com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Na ocasião o diretor técnico da Santa Casa, Mário Madureira, contou que uma equipe do hospital está em treinamento e acompanhou todo o procedimento de captação do órgão para uma possível cirurgia feita por um time regional. “Nossa última captação de coração foi realizada há um ano e meio atrás, estamos em processo para recredenciar a Santa Casa na realização do transplante de coração”, comentou. Madureira acrescentou que o centro cirúrgico do local foi reformado e hoje oferece uma estrutura mais adequada tanto para os médicos como para os pacientes. O hospital realiza transplante de rim e córnea.

Relembrando o caso

Marcio de Melo Silva tinha 35 anos e estava ajudando a pintar a igreja que frequentava em Coxim, 242 km de Campo Grande, na manhã de terça-feira (3) quando caiu do andaime de aproximadamente 4 metros. Segundo os familiares, ele chegou no hospital inconsciente e foi diagnosticado com traumatismo craniano encefálico. “Não é um momento fácil, mas estou de certa forma feliz. Ele sempre falava que gostaria de doar os órgãos, e uma vez numa conversa casual ele me disse que caso viesse a falecer primeiro do que eu, que era para eu doar o coração dele, dessa forma o coração permaneceria vivo e continuaria me amando. É muito bom saber que ele vai poder ajudar alguém que está precisando”, desabafou a esposa Clarisse Fernandes,37, mãe de um garoto de 9 anos, filho dessa união. O que foi divulgado pela assessoria da Santa Casa é que o novo dono do coração de Melo é um homem e possui a mesma idade do doador, 35 anos.

Jornal Midiamax