Cotidiano

Comunidade dá ultimato e promete acampar na prefeitura por reforma de ponte

Prefeito não atendeu as ligações

Midiamax Publicado em 07/05/2016, às 16h10

None
56.jpg

Prefeito não atendeu as ligações

Se até a próxima terça-feira (10), a Prefeitura de Sidrolândia, município a 70 quilômetros de Campo Grande, não definir o cronograma e iniciar a reforma das estradas e da principal ponte de acesso à Reserva Buriti, a comunidade indígena promete acampar no Paço Municipal. 

Um dos líderes da comunidade, Otoniel Gabriel, afirma que há seis meses a comunidade espera pela reforma da ponte sobre o Rio Buriti que está em situação precária e em caso de interdição ficará comprometido o transporte escolar e a passagem dos ônibus que transporta 150 trabalhadores da Seara, residentes nas aldeias.

“Se esta ponte for interditada pelo menos 3 mil pessoas residentes nas aldeias vizinhas a Córrego do Meio, serão prejudicadas diretamente”, diz o líder.

Segundo ele, o trajeto alternativo aumenta o percurso em quase 8 quilômetros e além da ponte, a recuperação das estradas de acesso e circulação interna nas comunidades são prioridades.

O Jornal Midiamax tentou contato com o Prefeito Ari Basso para indagar sobre as providências com relação a reforma da ponte, mas ele não atendeu as ligações.

Jornal Midiamax