Cotidiano

Atacado fica sem energia e clientes reclamam, mas ficam esperando voltar

O tempo na fila já era de 3 horas

Ana Paula Chuva Publicado em 03/05/2016, às 19h55

None
20160503_154830.jpg

O tempo na fila já era de 3 horas

Na tarde desta terça-feira (3), por volta das 12 horas, uma das lojas da rede Atacadão em Campo Grande teve uma queda de energia e oslientes que estavam dentro da ficaram aguardando com suas compras, até que o fornecimento seja restabelecido. Quando a reportagem do Jornal Midiamax esteve no local, já havia gente esperando há 3 horas.

A loja, na Avenida Costa e Silva, não teve suas portas baixadas durante o momento, mesmo com a demora para resolver o problema, e isso causou desconforto em clientes que estavam chegando após o acontecimento. Duas senhoras, que não quiseram se identificar, disseram achar uma falta de responsabilidade a loja manter as portas abertas sem ter uma previsão de retorno da energia, “Eu cheguei, enchi o meu carrinho, e me dei conta de que os caixas estavam parados, eles deviam ter baixado as portas, para que não entrassem mais clientes”, disse uma delas.

Para um outro cliente, a situação é desconfortável, "mas acontece". Ele que já estava esperando o restabelecimento da energia há quase 3 horas, disse se sentir lesado apenas por não ter uma previsão de volta dada pela empresa. “Eles já falaram para gente 15 minutos, 20 minutos, 40 minutos, mas até agora nada. Se eles dessem um tempo certo, nós iriamos embora. É isso que eles querem, que os clientes fiquem esperando na fila”, afirmou Delcilio dos Santos, 50 anos, aposentado.

De acordo com informações via WhatsApp o supermercado, distribuiu refrigerantes para os clientes que estavam esperando nas filas dos caixas e dentro da loja. Dois seguranças foram colocados também na entrada do estacionamento para avisar os clientes que estavam chegando sobre o problema. 

A gerência da loja informou que a causa da queda de energia ainda é desconhecida e ficou de dar um posicionamento.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

(Sob supervisão de Marta Ferreira)

Jornal Midiamax