VÍDEO: dois morrem e dois ficam gravemente feridos em acidente no centro da Capital

Há suspeitas de que uma das vítimas estava ferida por tiro
| 30/05/2015
- 14:55
VÍDEO: dois morrem e dois ficam gravemente feridos em acidente no centro da Capital

Há suspeitas de que uma das vítimas estava ferida por tiro

Dois rapazes morreram e outros dois ficaram gravemente feridos ao se envolverem em um na madrugada deste sábado (30). O fato aconteceu na Avenida Afonso Pena com a Avenida Ernesto Geisel, na área central de Campo Grande.

As vítimas que não resistiram ao acidente foram identificadas como o estudante Rodrigo Leite da Silva, de 13 anos, e o lavador de carros José Felipe dos Santos Fernandes, de 21 anos. Os nomes dos demais foram preservados.

De acordo com informações colhidas pelo BPTran (Batalhão de Polícia deTrânsito), no Celta, branco, placas HSC-5253, de Campo Grande (MS), havia quatro pessoas.

O automóvel seguia em alta velocidade pela Afonso Pena, no sentido bairro/centro quando houve a colisão com uma Hilux, prata, com placas de Maracaju (MS), que trafegava pela Ernesto Geisel, no sentido sul/norte.

Com a violência do impacto, o Celta chegou a rodar na avenida, ficando no sentido contrário. Dois dos ocupantes morreram no local e os outros dois foram socorridos pelas unidades do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O comerciante de 47 anos de Maracaju, cidade localizada a 162 quilômetros de Campo Grande, que conduzia a caminhonete, não teve lesões.

Suspeitas

A polícia investiga o motivo do acidente. Informações preliminares dão conta de que eles estavam sendo perseguidos. Um deles já estava ferido por conta de um tiro. Os jovens haviam saído da casa noturna ‘Empório Santo Antônio’, localizada no Bairro Santo Antônio, região oeste de Campo Grande, que já foi alvo de reclamações por conta do barulho, algazarra e furtos na localidade.

Neste primeiro semestre, houve um show que chegou a ser cancelado no local, por conta do linguajar utilizado pelo cantor, que é adolescente. A medida foi tomada por conta de uma intervenção do MPE (Ministério Público Estadual).

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei. 


Clique aqui para assistir ao vídeo.

Veja também

No total, há 34,01 milhões de casos e 679.996 óbitos pela doença

Últimas notícias