Cotidiano

Pescadores são presos por pesca predatória no Pantanal

Os infratores estavam em uma embarcação

Diego Alves Publicado em 11/07/2015, às 00h09

None
barco.jpg

Os infratores estavam em uma embarcação

Policiais Militares Ambientais de Miranda, 209 quilômetros de Campo Grande, autuaram nesta quinta-feira (9), dois pescadores amadores por pesca predatória, durante fiscalização fluvial no rio Miranda.

Os infratores estavam em uma embarcação e tinham armado diversos anzóis de galho (petrecho proibido), em uma região denominada como “Secador”. Eles conferiam e iscavam os anzóis, no momento em que foram abordados. Dentro da embarcação havia cinco anzóis de galho e uma tarrafa, que também é petrecho proibido para a pesca. Os policiais retiraram 15 anzóis, os quais os infratores haviam armado.

Foram apreendidos um barco, um motor de popa, os 20 anzóis de galho, uma tarrafa, uma carretilha e um molinete. Os pescadores, um autófono, de 28 anos, residente em Bodoquena (MS) e um topógrafo, de 31 anos, residente em Campo Grande foram multados administrativamente em R$ 700 cada um. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax