Mais de 1,6 mil foram abordados em blitzes na última semana do Maio Amarelo

Foram computadas 90 notificações
| 31/05/2015
- 06:47
Mais de 1,6 mil foram abordados em blitzes na última semana do Maio Amarelo

Foram computadas 90 notificações

Nesta última semana do Movimento Maio Amarelo, que visa reduzir índices de mortes e lesões no trânsito, foram realizadas blitzes em pontos estratégicos de Campo Grande, abordando 1685 veículos. Tanto as regiões como os horários de atuação dos agentes de fiscalização da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) foram definidos após levantamento técnico dos acidentes.

Mesmo com o foco nas abordagens educativas, de segunda-feira (25) até sexta (29), a Agetran empenhou 48 agentes de trânsito para coibir transgressões e contribuir com a legislação do Código de Trânsito Brasileiro. Durante as blitzes que ocorreram na Rua da Divisão, na Avenida Ricardo Brandão e Avenida Ernesto Geisel foram computadas 90 notificações.

Dentre as infrações mais frequentes, os agentes registraram 23 autuações por conduzirem veículos sem os documentos de porte obrigatório; 24 pessoas foram notificadas por dirigirem sem possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou PPD (Permissão Provisória para Dirigir) e 13 permitiram posse/condução dos veículos à pessoa sem CNH ou PPD. Diante dos flagrantes, 53 veículos foram levados ao pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) por irregularidades.

Veja também

Crânio e ossos humanos estavam ao lado de uma Escola Municipal

Últimas notícias