Cotidiano

Jovem reclama de estar há um ano esperando cirurgia no HU e não poder trabalhar

Rapaz diz já ter sido internado 6 vezes por conta das fortes dores

Wendy Tonhati Publicado em 26/11/2015, às 15h58

None
images.jpg

Rapaz diz já ter sido internado 6 vezes por conta das fortes dores

Com a cirurgia marcada desde o ano passado, um jovem de 19 anos que prefere não se identificar, lamenta não poder trabalhar. A reclamação dele é a demora no Hospital Universitário Rosa Pedrossian em realizar o procedimento de retirada de um cisto pilonidal, no fim da coluna. Por conta do problema, o rapaz diz que já foi internado seis vezes por conta das fortes dores que sente. 

Segundo o jovem, a cirurgia deveria ser realizada no próximo dia 27, mas o hospital informou em outubro que não vai poder realizar o procedimento. “Falaram para ligar para o médico, para saber se ele ia querer fazer a cirurgia. E ele disse que não queria. Já internei várias vezes, pois o médico dizia para procurar o hospital, se sentisse muita dor, mas até agora, não consegui fazer a cirurgia”. Jovem reclama de estar há um ano esperando cirurgia no HU e não poder trabalhar

O rapaz trabalha com conserto de motos e lamenta não poder mais exercer o ofício. “Eu agacho demais e não dá para trabalhar”, lamenta. 

O cisto pilonidal é uma variante relativamente comum do cisto dermoide. Na grande maioria dos casos, a lesão se desenvolve na região terminal da coluna vertebral, bem no início do sulco que separa as duas nádegas, alguns centímetros acima do ânus. Embora esse seja o local mais frequente, o cisto pilonidal pode surgir também nas axilas, couro cabeludo e umbigo.

O Hospital Universitário informou que alguns materiais do setor de ortopedia estão realmente em falta. Em casos de emergência, eles são emprestados de outros hospitais, mas neste caso, o paciente vai ter que esperar. 

Para adquirir os materiais são feitas licitações federais, mas os dois últimos pregões, não tiveram empresas interessadas, por isso, os materiais não foram adquiridos. Outra licitação está em andamento para comprar o que falta no hospital. 

Jornal Midiamax