Idosa é a primeira a morrer de dengue hemorrágica em Campo Grande

Morte foi confirmada no fim da tarde dessa quinta-feira
| 08/05/2015
- 16:50
Idosa é a primeira a morrer de dengue hemorrágica em Campo Grande

Morte foi confirmada no fim da tarde dessa quinta-feira

A assessoria de comunicação da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) confirmou a primeira morte por hemorrágica em Campo Grande. Segundo as informações, uma mulher de 67 anos, morreu na última segunda-feira (8).

De acordo com a assessoria de comunicação da Sesau, a morte foi confirmada no fim da tarde desta quinta-feira (7) por meio de exames. Este é o quinto caso no Estado. Outras quatro pessoas morreram vítimas da doença, duas em Sonora, uma em Corumbá e outra em Paranhos.

Conforme o boletim epidemiológico de dengue, divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), outras quatro mortes provocadas pela doença estão sendo investigadas, duas suspeitas são Três Lagoas, uma em Aparecida do Taboado e outra em Juti.

No início desta semana, o ministro da Saúde, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, admitiu que o Brasil está enfrentando de dengue e incluiu Mato Grosso do Sul na lista dos sete Estados que vivem “situação epidêmica”, levando-se em conta os números da doença e os critérios previstos pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O Estado é o quarto na lista das unidades com maiores índices, tendo 462,8 casos por 100 mil habitantes.

Veja também

Chuva que antecede mudança drástica nas temperaturas chegou com ventos consideráveis e raios na noite...

Últimas notícias