Cotidiano

Em 1ª audiência de custódia, preso consegue direito de responder em liberdade

Implantação do novo modelo garante ao preso em flagrante, audiência em até 24 horas 

Heloísa Lazarini Publicado em 05/10/2015, às 16h37

None
img-20151005-wa0068.jpg

Implantação do novo modelo garante ao preso em flagrante, audiência em até 24 horas 

Aconteceu nesta segunda-feira (5) a primeira audiência de custódia de Mato Grosso do Sul. O programa, proposto pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) tem como objetivo promover audiência de presos em flagrante em até 24 horas.

Durante audiência realizada na manhã desta segunda-feira (5), o açougueiro, preso em flagrante, José Carlos Roberto, 52 anos, acusado de tentativa de furto conseguiu liberdade provisória. Conforme juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, o acusado de ter furtado carne no açougue onde trabalha, poderá responder em liberdade por apresentar residência fixa e deverá pagar fiança no valor dois salários mínimos, R$ 1.576.

Na manhã desta segunda-feira (5), o termo de cooperação para instalação da audiência de custódia foi assinado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Participaram do ato de assinatura, o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, o governador de Mato Grosso, Reinaldo Azambuja (PSDB), o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, entre outras autoridades.

Jornal Midiamax