Pane em aeronave obrigou piloto a fazer pouso forçado

Depois de acidente aéreo em Campo Grande, Luciano Huck, e seus filhos foram transferidos para o Hospital Albert Eistein, em . Eles passam bem e já estão sendo atendidos. No fim da manhã deste domingo (24) o que parecia ser uma ocorrência normal se transformou em um caso de expressão nacional. Um pouso forçado em uma fazenda a 21 km da Capital feriu os apresentadores Luciano Huck e Angélica. Além deles, viajavam na aeronave de táxi-aéreo os três filhos do casal, Benício, Joaquim e Eva, duas babás, piloto e copiloto.

O acidente

Por volta das 10h da manhã, o piloto da aeronave de táxi-aéreo, Osmar Fratini, contou aos bombeiros que teve problemas mecânicos com o avião e precisou fazer um pouso forçado. Ele procurou um local plano e ainda precisou desviar de um rebanho de gado antes de aterrissar em relativa segurança. O copiloto, que auxilio nos procedimento de descida, foi identificado inicialmente apenas como Flávio.

Os ocupantes da aeronave tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para a Santa Casa de Campo Grande, à exceção do piloto, último a ser resgatado, que foi levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Mesmo tendo acontecido na zona rural, o acidente com o casal de famosos reuniu dezenas de curiosos.

Testemunhas que estiveram no local logo após acidente, contaram que o piloto apresentou destreza e perícia para pousar a aeronave no pasto. Antes de parar, o avião ainda bateu numa cerca. Homens da FAB (Força Aérea Brasileira) foram até o local do acidente para periciar e promover a retirada da aeronave.

“Estão todos bem. Graças a Deus foi um pouso de emergência bem sucedido, que livrou todos de um acidente de maiores proporções”, contou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que, ao lado da primeira-dama, visitou os ilustres pacientes na Santa Casa.

A chegada dos feridos no hospital causou tumulto, e a família Huck foi colocada em uma área reservada na unidade. O primeiro boletim médico divulgado pouco depois das 13h revelou  que todos estavam estáveis e ainda passando por exames mais detalhados.

Luciano solicitou aos médicos campo-grandenses a transferência de sua família para o Hospital Albert Einstein, por uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Aérea.  A família do apresentador deixou a Santa Casa em duas ambulâncias para embarque na Base Aérea. Duas aeronaves saíram do Aeroporto Internacional de Campo Grande para a remoção dos apresentadores.

Polêmicas

O episódio do acidente do casal de famosos colecionou polêmicas em Campo Grande. O atendimento a Huck e Angélica, em momento de crise na saúde no município, levantou dúvidas sobre a prioridade dos pacientes na Santa Casa, hospital onde ficaram internados.

Logo após o acidente, toda a família de Huck foi para UTI cardíaca na Santa Casa enquanto o piloto, Osmar Fratini, que salvou os ocupantes da aeronave, ficou mais de três horas aguardando transferência para UPA, causando revolta em sua esposa.

Depois de matéria do Midiamax, o secretário de saúde do Estado, Nelson Tavares, removeu o piloto para a Santa Casa em seu veículo particular. Tavares declarou que o estado de saúde do Osmar não era considerado grave e que a transferência foi feita a pedido de Huck e da família do piloto.

Os titulares negam que o atendimento na unidade tenha demorado. “Ele foi medicado imediatamente quando deu entrada, por se tratar de uma emergência, e depois ficou em repouso”, disse o secretário municipal, Jamal Salem. Tavares, por sua vez, disse não saber se houve demora, mas acredita que não, pois quando chegou Osmar já estava medicado. “Quando cheguei ele já estava bem tratado, em um leito, com soro, dentro da emergência”.

Escondendo leito

A maior polêmica do atendimento aos globais ficou por conta da facilidade que a Santa Casa disponibilizou leitos de UTI. O hospital passa por crise e durante toda a semana vem declarando que não tem vagas para pacientes em estado grave.

O coordenador do Samu, Eduardo Cury revelou ao Midiamax que o hospital negou atendimento a seis pacientes, alegando falta de vaga. Cury acusou a Santa Casa de esconder leitos de UTI.

“Fiquei muito decepcionado de ver que de repente a Santa Casa fecha uma UTI cardíaca para receber o Huck e Angélica. Estamos com pacientes entubados e ventilados a mão a mais de 12 horas esperando atendimento. Porque que eles passaram na frente dos outros?”, indaga.

O coordenador do Samu acusou o hospital de esconder leitos. “Não tinha leito a semana toda e de repente fazem essa ação toda. Então estão guardando leito, escondendo para quando precisar atender alguém importante”.

Cury ainda acusou a Santa Casa de furar a fila do SUS para atender Huck e Angélica. “Tem gente humilde esperando vaga faz tempo. Usaram recursos a mais, que estão sendo negados, para quem não precisava. E estão fazendo isso com o dinheiro do contribuinte. Quem vai pagar tudo isso somos nós, nosso imposto. Não podem se apropriar da Santa Casa. Ela é do povo de Mato Grosso do Sul, de Campo Grande. Quero saber quem vai pagar essas despesas”.

A Santa Casa publicou nota de esclarecimento garantindo que em momento algum negou ou recusou atendimento a qualquer pessoa que tenha procurado o hospital. O hospital ainda negou todas as acusações feitas pelo coordenador do Samu.

Explosão

Os proprietários da fazenda onde foi feito o pouso forçado temiam pela explosão da aeronave, já que o tanque do avião estava cheio. “Estávamos com medo que explodisse, mas depois que fizeram todo o procedimento de aspiração do combustível e motores desligados ficamos mais tranquilos”, conta Lorena Beatriz Leonardo, de 27 anos.

De acordo com Lorena quando o acidente ocorreu boa parte dos animais já tinham sido embarcados em caminhões para serem levados para o frigorífico. “Se o avião tivesse batido de bico nos postes ou em algum animal poderia ter sido pior”, explica.

Segundo a proprietária quatro postes de cerca da fazenda foram destruídos com a queda da aeronave, que são prejuízos pequenos e que logo serão consertados.

Piloto diz que evitou tragédia

O piloto da aeronave, Osmar Fratini, declarou ao Midiamax após receber alta que evitou tragédia maior ao forçar o pouso. “Se eu não tivesse feito o que fiz a aeronave teria explodido”.

Osmar explicou que a pane no avião foi causada por corte de combustível. “O avião perdeu pressão que manda combustível para o motor, e o motor perdeu potência e altura. Como eu estava sem velocidade e perto de chegar, não tinha outra opção a não ser bandeirar, cortar os motores e pousar. Ainda bem que estamos todos vivos”, finalizou.

Gravações

Huck e Angélica estavam apenas de passagem por Campo Grande, voltando para casa depois de alguns dias em um resort no Pantanal. Angélica usou as redes sociais para postar fotos da chegada a Mato Grosso do Sul no último dia 19 de maio. Dois dias depois foi a vez de Luciano dizer que tinha desembarcado em ‘um lugar lindo’.

Informações colhidas na emissora onde o casal trabalha, mostram que Angélica escolheu o Refúgio Ecológico Caiman, localizado em Mirada, a 236 quilômetros de Campo Grande, para gravar seu programa, onde recebeu diversos artistas.

Além do fluxo natural de pacientes do Ponto Socorro, fãs do casal e imprensa se aglomeraram na Santa Casa. Testemunhas contaram que o foi o próprio Luciano Huck que chegou dirigindo o veículo que levou a família até o hospital.