De aranhas a gambás, moradores reclamam de mato alto de terreno da Prefeitura

Além de bichos peçonhentos moradores reclamam de insegurança por causa de matagal
| 28/05/2015
- 18:23
De aranhas a gambás, moradores reclamam de mato alto de terreno da Prefeitura

Além de bichos peçonhentos moradores reclamam de insegurança por causa de matagal

Moradores do residencial Arara Azul, no Bairro Tijuca I, região sudoeste de Campo Grande, tem sofrido com mato alto, e a insegurança que um terreno ao lado do condomínio tem causado a quem mora na Rua Saint Romain.

De acordo com uma das moradoras, Margarida Oliveira, de 43 anos, que mora no local há mais de 15 anos, o terreno sempre foi sujo e nunca nada foi feito. “Nós (moradores) fazíamos a limpeza, já chegamos a pagar 300, 500 reais para limpar o terreno, mas não dá mais. A Prefeitura cobra da gente quando nosso terreno está sujo, e quando ela não limpa o próprio? Quem cobra?”, fala a dona de casa.

Segundo a moradora vários bichos já apareceram como baratas, aranhas e até gambás. Margarida ainda explica que outro problema é a insegurança. “Algumas pessoas já foram assaltadas no ponto de ônibus que fica em frente ao matagal. É um perigo”, ressalta.

A equipe do Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura, através da assessoria de comunicação, foi informado que a área está na lista da Seintrha (Secretária Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) para que a limpeza seja feita no local.

WhatsApp: Fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

 

Veja também

Na manhã desta segunda foram entregues panfletos na região central da cidade

Últimas notícias