Cotidiano

Crianças procuram poodle desaparecido e são vítimas de trote em Campo Grande

O cãozinho sumiu há 3 semanas

Kemila Pellin Publicado em 06/10/2015, às 22h14

None
img-20151006-wa0102.jpg

O cãozinho sumiu há 3 semanas

Desaparecido desde o dia 12 de setembro, a família do poodle Castor já tentou diversas formas de reaver o cachorrinho, apelando até para um programa de televisão. O problema, é que depois do apelo na mídia, alguns “engraçadinhos”, como descreveu a dona Andreia Correa, aproveitaram a situação para tentar extorquir a família.

“Nós estamos desesperados atrás do Castor, porque ele está com a gente já fazem cinco anos, e as crianças estão sofrendo muito com o sumiço dele. Daí vem uns engraçadinhos e usam isso para tentar conseguir vantagens”, desabafou, ao explicar que pessoas ligaram pedindo dinheiro, e até crédito de celular, para dar informações do animal.

Andreia ainda acrescentou que vizinhos relataram que Castor foi levado por um homem, em um carro verde, que passava pela rua no momento em que o cachorrinho fugiu de casa. “Estava muito frio no dia que ele sumiu, e uma pessoa disse que viu um homem parar e levar ele embora. Não sei se foi por mau, mas queremos muito ele de volta”, disse.

Castor foi visto pela última vez na Avenida Tamandaré, na região da Vila Sobrinho. Ele estava usando uma coleira vermelha, de passeio. 

Jornal Midiamax