Cotidiano

Com investimento de R$ 3 mi, novo Fórum de Coxim será inaugurado nesta sexta

Coxim tem uma das comarcas mais antigas do estado

Midiamax Publicado em 25/06/2015, às 19h05

None
20150624172650.jpg

Coxim tem uma das comarcas mais antigas do estado

Nesta sexta-feira (26), a população de Coxim receberá uma das maiores obras do setor público daquela localidade: o novo prédio do Fórum da comarca. A solenidade de inauguração está prevista para as 15h30 e várias autoridades já confirmaram presença.

A construção de um prédio novo do Fórum é um desejo antigo de juízes, servidores, representantes do MP e da Defensoria e demais colaboradores da justiça porque propiciará melhores condições para uma prestação jurisdicional mais célere e eficaz.

Para a juíza Tatiana Dias de Oliveira Said, diretora do Foro, o novo prédio é a concretização de um sonho, já que Coxim é uma das comarcas mais antigas do Estado. “A construção representa a realização dos anseios de servidores, magistrados e operadores do Direito por atender às necessidades do trabalho. Com a grande demanda existente na comarca, o espaço moderno torna mais fácil o trabalho e, consequentemente, forneceremos uma prestação jurisdicional mais célere e eficaz”.

Com um local apropriado, a sociedade terá melhores condições no atendimento e, ao mesmo tempo, magistrados e servidores trabalharão com mais qualidade ao atender a população que busca na justiça a solução de seus conflitos.

O novo prédio tem 1.544,14 m² de área construída, em que foram investidos R$ 3.026,000,00 em 16 meses de trabalho. A edificação de segunda entrância comporta quatro varas e tem quatro conjuntos de gabinetes/salas de audiências/assessorias, plenário para Tribunal do Júri, uma sala secreta, celas e uma sala ampla para todos os cartórios.

Para uma maior segurança, o prédio tem estacionamento privativo para magistrados, além de estacionamento para servidores e público. Também serão disponibilizadas duas salas de espera para audiências, salas para oficiais de justiça, psicóloga, sala para Depoimento sem Dano, assistente social, conciliações e audiência do juizado, além de distribuição, secretaria, central de mandados, Defensoria, OAB, cantina, banheiros para visitantes e para servidores e o hall de entrada, com espera.

A edificação obedece aos critérios de acessibilidade com rampas, sinalização tátil de pisos e calçadas, banheiros adaptados e independentes para atender pessoas com necessidades especiais.

Como a região de Coxim apresenta altas temperaturas, para maior conforto e eficiência energética, as paredes externas foram construídas com até 25 cm de espessura e a cobertura é composta por laje sobreposta com telhas termoacústicas.

As fachadas possuem janelas contínuas e envidraçadas, para melhor aproveitamento da luz natural no interior do prédio, e uma marquise metálica para maior proteção contra as intempéries e sombreamento nas salas.

O sistema de ar é do tipo Split, apresentando mais eficiência energética, e foram reservadas áreas gramadas para permeabilidade do solo, enfim, tudo cuidadosamente pensado para atender orientações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e às questões ambientais, atualmente em pauta.

Jornal Midiamax