Cotidiano

Campo-grandense é surpreendido pela chuva, neblina e queda de temperatura

Ambulantes esperam faturar com guarda-chuvas

Arlindo Florentino Publicado em 04/05/2015, às 11h01

None
img-20150504-wa0019.jpg

Ambulantes esperam faturar com guarda-chuvas

O campo-grandense que saiu cedo de casa nesta segunda-feira (4) foi surpreendido pela garoa fina, neblina e queda de temperatura.

À noite caiu uma chuva forte e pela manhã a neblina tomou conta de toda cidade. Os agasalhos que estavam há algum tempo nos armários foram retirados e até mesmo os ambulantes aproveitaram para tentar faturar um pouco mais.

A secretária Maria Antônia Dias, de 38 anos de idade, moradora na Vila Piratininga disse que não esperava que a temperatura caísse tanto. “Esperava um friozinho mas quando saí de casa fui surpreendida com a garoa e neblina. Tive que voltar e pegar o guarda-chuva e mais um agasalho”, afirmou.

Já o repositor Mário Sérgio Rodrigues, de 28 anos, morador nas Moreninhas, disse que no seu bairro estava mais frio que no centro, embora tenha sido surpreendido com a mudança no clima, chegou a comemorar. “Estava muito seco, e principalmente as crianças já estavam sentindo os efeitos. Essa chuva está sendo muito boa”, afirmou.

Mas quem estava mais contente com a mudança no clima era o ambulante Carlos Vaz, de 51 anos de idade. Ele saiu cedo de casa munido de várias sombrinhas e guarda-chuvas e a esperança era de vender muito. Os preços variam de R$ 15 a R$ 20. “Espero que a chuva aumente para que eu possa vender mais. Mas já está bom”, comemora.

Jornal Midiamax