Cotidiano

Campanha de vacinação contra gripe termina nesta sexta-feira

A maior preocupação são com as crianças e gestantes

Kemila Pellin Publicado em 18/06/2015, às 20h35

None
download_1.jpg

A maior preocupação são com as crianças e gestantes

Ainda sem cumprir a meta de imunização de 80% da população considerada grupo de risco, a Campanha de Vacinação contra a Gripe por Influenza, prorrogada por três vezes, deve terminar nesta sexta-feira (19).

A Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) destacou que das 185 mil pessoas, consideradas vulneráveis a doença, 78% já está imunizada, porém, a maior preocupação é o baixo índice de vacinação entre as gestantes e crianças menores de cinco anos, com cerca de 60% de cobertura.

“Os grupos de risco existem pois essa população apresenta maior vulnerabilidade e facilidade em desenvolver agravos de saúde. A nossa preocupação é, principalmente entre gestantes e crianças, que também são bastante vulneráveis às complicações causadas pela gripe influenza, e que são os grupos que menos procuraram a vacina”, explica a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Luciana Miziara. 

A coordenação da Campanha estima a vacinação de 18.710 trabalhadores da saúde, 10.271 gestantes, 1.188 puérperas, 80.080 idosos, 20.456 pessoas com doenças crônicas, 20.500 crianças entre seis meses e um ano e 33.846, na faixa etária de dois a quatro anos de idade.

A Campanha segue em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de segunda à sexta-feira e aos finais de semana na UBS Coronel Antonino e nos Centros Regionais de Saúde (CRS) Nova Bahia, Guanandi, Aero Rancho e Coophavila, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Grupo de risco:

O foco da campanha são crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde, população indígena e carcerária, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde e funcionários dos estabelecimentos prisionais. A Sesau orienta que é importante levar aos postos de saúde o cartão de vacinação e um documento de identificação.

Vírus Influenza em Campo Grande

Em 2014, foram 387 casos notificados da Gripe Influenza, sendo que desses 43 confirmados de H1N1 e 27 H3N2. Desses casos, 20 pacientes foram a óbito. Já em 2015, de janeiro até agora, foram 122 notificações, com confirmação de um caso de H1N1; dez H3N2, e desses dois foram a óbito no dia 12 de junho; e dois casos de Influenza B. As notificações aumentam com a chegada do inverno. 

Jornal Midiamax