Cotidiano

Audiência no TJ pode pôr fim à greve de enfermeiros nesta tarde

Desembargador vai intermediar reunião

Midiamax Publicado em 07/07/2015, às 12h24

None
greve_dos_enfermeiros_dg.jpg

Desembargador vai intermediar reunião

A audiência entre enfermeiros do Sinte PMCG (Sindicato dos Trabalhadores da Enfermagem da Prefeitura de Campo Grande) e a Comissão de Negociação da Prefeitura, na tarde desta terça-feira (7), pode pôr fim à paralisação que teve início no dia 20 de junho.

A categoria reivindica reajuste anual de 8,5%. A audiência de conciliação será intermediada pelo desembargador Fernando Mauro Moreira Marinho.

Na última conversa entre as partes, o Município formalizou que voltará a negociar o reajuste da categoria em dois meses,  no entanto, solicitou que os enfermeiros fossem representados por um sindicato com carta sindical. O representante dos enfermeiros, Hederson Fritz Morais de Silveira, alega que não tem condições de atender ao pedido.

“Nos desvinculamos do Sisem [Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande], o Sinte PMCG é recente e não tivemos tempo hábil para conseguirmos a carta sindical”, justifica.

A expectativa da categoria é que a reunião desta tarde possa pôr um fim nas negociações. “Estamos com uma boa expectativa no sentido de sanar o problema, formalizar diálogo que iniciou na última sexta-feira. Não vejo obstáculo para que isso ocorra”, frisa.

A audiência de conciliação será realizada nesta tarde, às 14h30, no TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A equipe de reportagem do Jornal Midiamax, tentou falar por telefone com o secretário Wilson do Prado e foi informada de que ele estava em um evento e não poderia conceder entrevista no momento.  

Jornal Midiamax