Cotidiano

Aguardando entrega desde 2012, teto e muro de UPA desabam na Capital

Parte do teto e do muro da obra vieram abaixo

Clayton Neves Publicado em 08/08/2015, às 23h44

None
img_5100.jpg

Parte do teto e do muro da obra vieram abaixo

Construída para atender aproximadamente 110 mil pessoas, a estrutura da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Santa Mônica em Campo Grande, não resistiu ao tempo e cedeu na tarde deste sábado (8).

De acordo com informações de leitores do Midiamax, sem motivos aparentes, parte do teto e do muro da obra vieram abaixo. Momentos depois, caminhões já estavam no local para realizarem a limpeza dos entulhos.

A obra, autorizada em 2012, ainda na gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho, com um custo de aproximadamente R$ 3 milhões, até hoje não foi entregue à população.

Recentemente, a demora na entrega da UPA, tornou-se um problema de segurança pública, por conta da ação de vândalos. Além disso o local sofre com a deterioração provocada pelo tempo.

O espaço com 1,333 metros quadrados abriga capacidade para Pronto atendimento, Atendimento social, Urgência, Apoio e diagnóstico terapêutico, Observação, Apoio técnico-logístico e Apoio administrativo, incluindo posto policial.

O Midiamax tentou entrar em contato com o secretário municipal de saúde, Jamal Salém, mas não conseguiu retorno. 

Jornal Midiamax