Cotidiano

Carro cruza preferencial e atinge motociclista no bairro Santa Dorotéia, em Campo Grande

Mais um acidente de trânsito foi registrado na manhã desta sexta-feira (30), por volta das 7hs. Um carro Fiat Punto, com placas HTG 6364, da capital, conduzido pela assistente administrativa Rosângela Araújo, de 43 anos, cruzou a preferencial (não respeitou o PARE) e colidiu com uma moto BIZ, placa HTK 8404. Na motocicleta, estava Keila […]

Arquivo Publicado em 30/09/2011, às 11h02

None
906420209.jpg

Mais um acidente de trânsito foi registrado na manhã desta sexta-feira (30), por volta das 7hs. Um carro Fiat Punto, com placas HTG 6364, da capital, conduzido pela assistente administrativa Rosângela Araújo, de 43 anos, cruzou a preferencial (não respeitou o PARE) e colidiu com uma moto BIZ, placa HTK 8404.

Na motocicleta, estava Keila Cristaldo, de 32 anos. A colisão ocorreu no cruzamento das ruas João Pedro de Souza com a Mário Correia, no bairro Santa Dorotéia, uma esquina movimentada, onde há um posto de gasolina.

Dois militares do Corpo de Bombeiros (que estavam seguindo para o trabalho) prestaram os primeiros atendimentos. Em seguida, os homens do SAMU socorreram a vítima, que reclamava de muitas dores na região da cintura. A motociclista foi encaminhada ao Hospital.
Mesmo ferida, Keila comentou que tinha acabado de deixar o filho na escola, próximo ao local do acidente.

Já a motorista do carro, Rosângela, falou o seguinte: “Eu não vi a moto, só olhei para o outro lado”.

Mas de acordo com o estudante Gledson Tavares, 42, a condutora do carro vinha pela direita, com intenção de passar à frente de outros veículos que aguardavam em fila para cruzar a via.

Trabalhadores da região reclamam muito e relatam que ali é um ponto crítico. Eles pedem um semáforo na região, já que, segundo as pessoas da vizinhança, é um local com grande incidência de acidentes.

“Na verdade, até fazia um tempinho que não tinha colisão, mas é assim…. quando tem, são duas ou três por semana”, relatou José Odivaldo de Souza, que também trabalha por ali.

Jornal Midiamax