Os temporais que atingem neste fim de semana causaram estragos em várias regiões do Estado. Em Sorocaba, foram cerca 150 milímetros de chuva em três horas, 70% do esperado para o mês de janeiro todo. O do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Infantil (GPACI), referência na região de Sorocaba no tratamento contra a doença, foi fortemente afetado.

Segundo a diretoria do hospital, todo o 1º andar do prédio foi afetado pelo excesso de água e setores como a recepção, odontologia, , consultórios médicos, farmácia, nutrição e dietética, serviço de imagem e diagnóstico, refeitório, brinquedoteca, lavanderia, almoxarifado, entre outros, foram tomados pelas águas.

Isso causou a perda de equipamentos, remédios de alto custo, insumos médicos, alimentos e produtos de higiene. Os pacientes que estavam nesse patamar do prédio foram transferidos e passam bem, segundo a instituição. A diretoria afirmou que está reparando os danos para tentar retomar o atendimento normal.

Uma equipe de 40 policiais militares e bombeiros, além de voluntários da de Soldados, se mobilizou para auxiliar na a limpeza e desobstrução de alas do hospital, descarte de materiais e recuperação das áreas afetadas.

Em seu site oficial, o Hospital do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI) pediu compreensão de pacientes e da população e também está recolhendo doações por PIX com CNPJ 50.819.523/0001-32e qualquer dúvida esclarecida pelo número (15) 98808-8313.

Em Sorocaba, uma de 74 anos morreu presa dentro do carro onde estava. Outra idosa e a filha se afogaram debaixo do veículo da família em Limeira, quando ambas tentavam evitar que o automóvel fosse levado pela enxurrada. Já em Praia Grande uma mulher de 60 anos morreu e sete banhistas ficaram feridos após serem atingidos por um raio.