Um caminhoneiro, de 23 anos, que estava realizando manobras perigosas na última quarta-feira (6), na BR-116, em Rio Negro (PR), foi autuado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). Dentro da cabine do caminhão, a polícia encontrou vários comprimidos de rebite, uma droga conhecido para inibir o sono, em alerta para ‘render a viagem ‘.

Indagado pela PRF, o caminhoneiro informou que saiu do Espírito Santo (ES) no dia anterior e seguiria até o estado do Rio Grande do Sul. Ele já estava dirigindo há 24 horas sem descanso.

Conforme o Blog do Caminhoneiro, a ação foi denunciada por diversos motoristas. Com as câmeras de segurança instaladas em outro caminhão, foi possível visualizar que o caminhoneiro chegou a andar na contramão por longas distâncias, obrigando três automóveis a desviarem pelo acostamento.

Os motoristas acionaram a PRF e depois, outro caminhoneiro parou na unidade operacional e mostrou as imagens capturadas pelo veículo, que comprovam a denúncia.

O autor assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência e o caminhão ficou retido no pátio da PRF para que o descanso obrigatório fosse cumprido.

Polícia achou comprimidos de rebite em caminhão desgovernado que bateu em carros e portão do Exército em Campo Grande

Infelizmente, o uso de comprimidos que inibem o sono é comum entre a classe de caminhoneiros, visto que eles viajam por muitas horas sem um descanso. Em Campo Grande, no dia 17 de agosto, um caminhão desgovernado atingiu cerca de sete carros em 6 quilômetros desde a Nova Campo Grande até o portão do Exército na Avenida Duque de Caxias. No veículo, foram encontrados comprimidos da droga.

Segundo o delegado Bruno Urban, da 7ª Delegacia de Polícia Civil, os comprimidos foram encontrados dentro do caminhão, sendo apreendidos e levados para perícia. 

Motorista de caminhão atingiu muro do CMO e veículos e, por estar muito alterado, acaba preso (Nathalia Alcântara, Midiamax)

O caminhão já vinha desgovernado desde o Bairro Nova Campo Grande, na contramão, segundo testemunhas, o que dá os cerca de seis quilômetros atingindo os 7 veículos.

O caminhoneiro só parou quando acertou o portão do Exército, o derrubando. Cerca de cinco policiais precisaram conter o motorista que estava alterado. Ele foi colocado dentro do camburão e levado para a delegacia.