O Ministério de Portos e Aeroportos (MPor) anunciou nesta sexta-feira, 15, que vai divulgar na segunda-feira, 18, as medidas propostas pelas companhias aéreas para reduzir o das passagens. O pacote será detalhado em coletiva de imprensa às 11h.

Segundo o MPor, as medidas são resultado de amplo diálogo com os representantes das principais empresas aéreas brasileiras.

Mais cedo o Broadcast (sistema de em tempo real do Grupo Estado) publicou matéria apontando que haveria uma nova rodada de reuniões antes do anuncio, informação que havia sido dada pela assessoria do ministério.

O pacote foi uma demanda do MPor às empresas. As sinalizações do ministério e das empresas são de que o plano vai passar por maior volume de promoções e por medida para reduzir valor do querosene de aviação (QAV), que deve funcionar como moeda de troca para viabilizar implementação de medidas pelas empresas.

Há ainda expectativa de que o plano possa incluir medidas para encarar altos preços de passagens compradas em cima da hora. Outra possibilidade é de que governo sinalize sobre propostas para reduzir o volume de judicialização que atinge as empresas. Outra ação é a estruturação do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), que tramita na dos Deputados, e prevê R$ 8 bilhões de capital para investimentos para as companhias aéreas, envolvendo financiamento do BNDES.