A fechou o terceiro trimestre do ano com produção média de 2,877 milhões de barris diários de óleo equivalente (boe, petróleo e ), uma alta de 8,8% na comparação com o mesmo trimestre de 2022.

Em relação ao segundo trimestre deste ano, houve alta de 9,1%. As informações constam no relatório de produção da companhia, divulgado nesta quinta-feira, 26.

Segundo a Petrobras, as altas no trimestre foram impulsionadas, principalmente, pelo melhor desempenho operacional das plataformas do pré-sal e do menor volume de perdas por paradas e manutenções, além do “ramp-up” das plataformas P-71, no campo de Itapu, FPSO Almirante Barroso, no campo de Búzios e FPSO Anna Nery, no campo de Marlim.

A produção comercial de óleo e gás foi de 2,537 milhões de boe/d, alta de 8,9% ante o terceiro trimestre de 2022, e alta de 9,7% contra os três meses imediatamente anteriores.

A produção de petróleo foi de 2,318 milhões de barris por dia (bpd) no terceiro trimestre deste ano, 9,6% maior do que no terceiro trimestre de 2022. Já em relação ao trimestre até junho, a alta foi de 10,3%.

A produção de gás natural totalizou 525 mil boe/d, alta de 6,3% na comparação com um ano antes, e mais 4,8% em relação ao segundo trimestre de 2023.

No pré-sal, foram extraídos em média 1,872 milhão de bpd de julho a setembro, alta de 16,3% ante o terceiro trimestre de 2022 e mais 9,6% contra o segundo trimestre deste ano.

Saiba Mais