Com o objetivo de sensibilizar a sociedade brasileira para a gravidade de episódios de racismo cometidos no ambiente esportivo, os ministros Silvio Almeida ( e da Cidadania), Anielle Franco (Igualdade Racial) e André Fufuca (Esporte) irão realizar uma grande ação neste domingo (24/09), durante o jogo da final da do Brasil, em .

Os ministros estarão no campo do Estádio do Morumbi, antes da partida decisiva entre São Paulo e Flamengo, que começa às 16h. Durante a ação, haverá a exibição de um balão inflável do Disque 100 – Disque Direitos Humanos, da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), sensibilizando as pessoas para a importância de denunciarem violações de direitos, dentre elas o racismo durante as partidas de futebol.

A ação, chamada “Com racismo não tem jogo”, envolverá a entrega de camisetas aos jogadores e exibição de letreiros no telão do estádio estimulando as denúncias contra o crime de racismo. Acompanhados de autoridades da Confederação Brasileira de Futebol, os ministros estarão no centro do gramado durante a iniciativa.

O está empenhado em promover ações para coibir e reprimir atos de intolerância, discriminação e preconceito racial em arenas esportivas tanto no Brasil quanto no exterior. Em maio deste ano, após mais um condenável episódio de crime de racismo na Espanha, autoridades nacionais e internacionais se pronunciaram.

O Itamaraty, o MDHC e o Ministério da Igualdade Racial, em conjunto com outras pastas, divulgaram uma nota convocando as autoridades governamentais e esportivas da Espanha a tomarem providências para punir os autores dos atos e evitar repetições. Uma série de medidas adotadas pelo Estado brasileiro foram elencadas e enviadas à Presidência da República no sentido de enfrentar o racismo.

Por: Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania