Um atropelamento na Avenida Rio Branco, na região da Cracolândia, no centro de São Paulo, deixou ao menos 16 pessoas feridas na noite desse domingo (22). De acordo com o Corpo de , entre os feridos, ao menos três sofreram fraturas expostas nas pernas.

Para socorrer as vítimas, foram usadas 11 viaturas do e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Os feridos foram levados para hospitais da região central.

Levantamento feito pelo Estadão com base em mapeamento da Prefeitura mostra que a aglomeração de usuários de drogas se fixou em ao menos 11 vias só neste ano. O fluxo chegou a diminuir no fim do primeiro semestre, mas voltou a crescer entre julho e setembro.

A Cracolândia passa o dia na Rua dos Protestantes, entre Santa Ifigênia e Luz. De noite, os usuários voltam para a Rua dos Gusmões, no cruzamento com a Avenida Rio Branco, um dos trechos mais ocupados pelo fluxo no ano, e onde ocorreu o atropelamento deste domingo.

Além dos roubos a pedestres na região, muitos usuários atuam como “quebra-vidros”, modalidade de furto a carros.