Avião que levava Eduardo Bolsonaro e outros políticos arremete após forte turbulência

Vento e forte turbulência fizeram aeronave com destino a Porto Alegre ter que pousar em Florianópolis
| 28/04/2022
- 15:20
O deputado Eduardo Bolsonaro usou o Twitter para culpar a China pela pandemia de coronavírus no mundo. (Foto: Marcelo Camargo/Agência
Deputado Eduardo Bolsonaro - Deputado Eduardo Bolsonaro

Um avião que levava o deputado (PL-SP), do presidente da república, no trajeto de Brasília para Porto Alegre, arremeteu após forte turbulência e precisou pousar em Florianópolis.

Além do deputado, estavam na aeronave parlamentares governistas e de oposição, prefeitos e vereadores. As informações foram confirmadas pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT).

Também viajavam no avião os deputados Fernanda Melchionna (PSOL), Dionilson Marcon (PT), Lucas Redecker (PSDB), Covatti Filho (PP), além de alguns prefeitos e vereadores do Rio Grande do Sul, que estavam no evento "XXIII Marcha em Defesa dos Municípios" em Brasília.

Segundo Paulo Pimenta, ventos fortes fizeram a aeronave ter que se desviar de seu destino.

"O Voo da Gol 1923, que partiu de Brasília com destino a Porto Alegre, deveria ter pousado às 11:45. Após enfrentar forte turbulência, com ventos fortes e grande área de instabilidade, o piloto arremeteu e levou a aeronave para Florianópolis", afirmou. Alguns minutos depois, o parlamentar informou que o avião já estava de volta à pista, decolando para Porto Alegre.

Confira a publicação do deputado:

De acordo com a nota da empresa responsável pela aeronave, divulgada pelo Uol, não houve grandes intercorrências. "A GOL informa que o voo G3 1923, entre Brasília (BSB) e Porto Alegre (POA), operado nesta quinta-feira (28/04), alternou seu destino para Florianópolis (FLN) devido a condições meteorológicas adversas no aeroporto Salgado Filho, na capital gaúcha. Após o pouso em solo catarinense, a aeronave foi reabastecida e seguiu para POA, com aterrissagem às 14h20, hora local. A GOL reforça que os procedimentos adotados seguiram todos os padrões de Segurança, valor número 1 da Companhia".

(Com supervisão de Guilherme Cavalcante)

Veja também

Neste ano, o Conselho Federal de Medicina (CFM) também criou as regras para atendimentos a distância.

Últimas notícias