ACM Neto não acredita que 3ª via definirá candidato único até 18 de maio

| 03/05/2022
- 20:38
ACM Neto não acredita que 3ª via definirá candidato único até 18 de maio
MDB, PSDB e Cidadania discutem o lançamento da candidatura única à Presidência (Foto: Agência Brasil)

O secretário-geral do União Brasil, ACM Neto (BA), avalia que os partidos da terceira via não conseguirão definir até 18 de maio qual nome representará o campo nas eleições deste ano. A data foi fixada pelos partidos da aliança como prazo final para apresentação da candidatura única.

Para ACM, divergências internas nas siglas dificultam o cumprimento do calendário. "A gente vê que alguns desses partidos da chamada terceira via têm divisões internas. Não houve definição de um critério para escolha de um candidato comum. Eu, particularmente, não acho que seja fácil chegar ao dia 18 de maio com uma candidatura comum", avalia o pré-candidato ao governo da em entrevista ao Broadcast Político nesta terça-feira, 3.

"Não sei nem se isso é bom porque talvez 18 de maio seja cedo para definir qual desses nomes é o mais forte, o mais competitivo, que tem melhores chances para disputar a eleição presidencial", diz também ao julgar que é necessário mais tempo para amadurecer as discussões.

MDB, e Cidadania discutem o lançamento da candidatura única à Presidência. O União Brasil também faz parte do grupo, mas avalia desembarcar da aliança e lançar na disputa o presidente nacional do partido, Luciano Bivar, fora da terceira via.

"Luciano Bivar tem apoio total do União Brasil. A candidatura dele tem aderência dentro do partido, tem apoiamento de todas as correntes partidárias", disse ACM Neto. O MDB tenta viabilizar a candidatura da senadora Simone Tebet, e o PSDB lançou o ex-governador de São Paulo João Doria na corrida.

Veja também

Últimas notícias