O Centro “Lar Espírita Maria de Nazaré”, foi alvo de uma operação da Polícia Civil nesta sexta-feira (10), na cidade do Crato (CE). O motivo, foi um mandado de busca e apreensão contra o proprietário da própria casa espirita, devido a denúncias sobre assédio sexual no local.

De acordo com a Polícia Civil de Crato, ele é suspeito de se utilizar de sua posição como líder religioso, para dopar mulheres e estuprá-las. Várias vitimas procuraram a Delegacia da cidade para relatar os crimes praticados pelo Homem identificado como Francisco José Alexandre de Souza.

Auxiliar de enfermeiro, o homem dizia que poderia curar a doença de mulheres que chegavam ao local em busca de ajuda.

Em sessões, o homem dizia estar tirando espíritos impuros das vítimas. Uma delas disse em denúncia a polícia, que teve uma arma apontada em sua cabeça, outra sofreu uma queimadura na mão causada pelo homem.

O caso está sendo investigado.