Brasil

Candidato a vereador em Macapá é preso por tentar comprar voto com sorvete

A PF (Polícia Federal) prendeu na tarde deste domingo (6) um candidato a vereador em Macapá (AP) suspeito por compra de voto. Segundo a CNN Brasil, ele oferecia dinheiro ou sorvete a eleitores. A capital do Amapá está indo às urnas hoje após o adiamento do pleito municipal devido à crise energética que o estado […]

Adriel Mattos Publicado em 06/12/2020, às 14h44 - Atualizado às 14h46

(Foto: Rafaela Bittencourt/Rede Amazônica)
(Foto: Rafaela Bittencourt/Rede Amazônica) - (Foto: Rafaela Bittencourt/Rede Amazônica)

A PF (Polícia Federal) prendeu na tarde deste domingo (6) um candidato a vereador em Macapá (AP) suspeito por compra de voto. Segundo a CNN Brasil, ele oferecia dinheiro ou sorvete a eleitores.

A capital do Amapá está indo às urnas hoje após o adiamento do pleito municipal devido à crise energética que o estado atravessa. Os demais municípios do interior elegeram prefeitos e vereadores no mês passado como o restante do País.

Com o candidato, foram encontrados R$ 2 mil em espécie. Ele pagou fiança e foi liberado. Uma eleitora também foi presa por fotografar uma urna eletrônica, e outra, por transportar eleitores.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou que até o início da tarde de hoje quase 3 mil eleitores já tinham justificado ausência por meio do aplicativo e-Título.

Jornal Midiamax