Brasil

Após adiamento por apagão, Macapá elege prefeito e vereadores neste domingo

Os eleitores de Macapá, capital do Amapá, vão às urnas neste domingo (6) para escolher prefeito, vice e vereadores. O pleito foi adiado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) devido à crise energética que o estado enfrenta. Caso haja segundo turno, os macapaenses devem votar no dia 20. De acordo com a CNN Brasil, a corte […]

Adriel Mattos Publicado em 06/12/2020, às 08h33 - Atualizado às 14h44

(Foto: Rafaela Bittencourt, Rede Amazônica)
(Foto: Rafaela Bittencourt, Rede Amazônica) - (Foto: Rafaela Bittencourt, Rede Amazônica)

Os eleitores de Macapá, capital do Amapá, vão às urnas neste domingo (6) para escolher prefeito, vice e vereadores. O pleito foi adiado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) devido à crise energética que o estado enfrenta.

Caso haja segundo turno, os macapaenses devem votar no dia 20. De acordo com a CNN Brasil, a corte eleitoral inicialmente agendou a nova rodada para o dia 13, mas os candidatos pediram mais tempo.

A cidade de Macapá tem 292.718 eleitores aptos a votar. São dez candidatos a prefeito e vice-prefeito e 528 pessoas registradas para concorrerem às 23 vagas de vereador na capital amapaense.

As mesmas medidas de biossegurança adotadas em todo o Brasil no mês passado valem para Macapá. A votação vai até as 17h, com um horário preferencial, até as 10h, para os idosos, grupo de risco da Covid-19.

Os apagões criaram a preocupação com a segurança, mas a Justiça Eleitoral garantiu que “diversos órgãos federais e locais atuarão de forma integrada” para a segurança da votação.

No dia 3 de novembro, a destruição de transformadores de uma subestação de energia provocou um apagão, que se estendeu por vários dias. O pleito foi realizado no interior do estado sob contingência de energia.

Jornal Midiamax