Brasil

Arnaldo Saccomani morre aos 71 anos de idade

O produtor musical e ex-jurado do programa de talentos “Ídolos”, do SBT, Arnaldo Saccomani morreu na madrugada desta quinta-feira (27), apenas três dias após completar 71 anos de idade. Segundo a família, ele sofria de insuficiência renal e diabetes. Saccomani estava em seu sítio em Indaiatuba, interior de São Paulo. Ele começou a fazer hemodiálise […]

Danielle Errobidarte Publicado em 27/08/2020, às 06h53 - Atualizado às 06h56

Ele deixa mulher e duas filhas. (Foto: Reprodução/ TV Planeta)
Ele deixa mulher e duas filhas. (Foto: Reprodução/ TV Planeta) - Ele deixa mulher e duas filhas. (Foto: Reprodução/ TV Planeta)

O produtor musical e ex-jurado do programa de talentos “Ídolos”, do SBT, Arnaldo Saccomani morreu na madrugada desta quinta-feira (27), apenas três dias após completar 71 anos de idade. Segundo a família, ele sofria de insuficiência renal e diabetes.

Saccomani estava em seu sítio em Indaiatuba, interior de São Paulo. Ele começou a fazer hemodiálise em julho do ano passado e deixa duas filha, mais a esposa Vera Saccomani.

Ele trabalhou no SBT até janeiro do ano passado e também foi diretor de novelas da emissora, como “Véu de Noiva” e “As Aventuras de Poliana”. Foi jurado dos programas “Astros”, “Ídolos” e “Qual é o seu talento”, e era conhecido pela rigorosidade na seleção dos candidatos.

Conforme a filha Julia Saccomani, Arnaldo “teve uma passagem tranquila com todos os familiares em casa”. Em maio de 2019 ele foi internado na UTI de um hospital de São Paulo com uremia, uma doença rara que acontece quando os rins não conseguem filtrar adequadamente os resíduos do sangue.

Saccomani iniciou sua carreira nos anos 60 como produtor musical e trabalhou em discos de nomes como Tim Maia, Rita Lee, Ronnie Von, Fábio Júnior, Mara Maravilha e das Chiquititas Brasil, além do cantor mexicano Luis Miguel.

Ao longo de sua trajetória, ajudou também a lançar grandes nomes da música nacional como o Dominó, Mamonas Assassinas e Tiririca. Seu último trabalho como produtor foi no álbum Além do Tempo, de Larissa Manoela, no início de 2019.

(Com informações dos portais de notícias G1 e Quem Acontece).

Jornal Midiamax