Brasil

Mulher mata companheiro após ser ameaçada em SP e grava vídeo confessando

Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, foi presa em flagrante após matar o companheiro em Ituverava, interior de São Paulo. Ela atropelou o homem após supostamente ser ameaçada e gravou um vídeo confessando o crime. No vídeo a autora além de confessar o crime, relata que estaria sendo ameaçada pelo companheiro e que teria […]

Ana Paula Chuva Publicado em 29/12/2019, às 14h53

(Reprodução | Youtube)
(Reprodução | Youtube) - (Reprodução | Youtube)

Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, foi presa em flagrante após matar o companheiro em Ituverava, interior de São Paulo. Ela atropelou o homem após supostamente ser ameaçada e gravou um vídeo confessando o crime.

No vídeo a autora além de confessar o crime, relata que estaria sendo ameaçada pelo companheiro e que teria uma medida protetiva que ele não teria respeitado. Além de relatar que teria pedido ajuda, mas ninguém teria acreditado nela.

“Acabou, quem achou que eu não teria coragem, acabou”, diz a mulher no começo do vídeo. Logo depois ela continua “Eu pedi. Ele veio para me matar. Eu pedi para vocês. Ele veio para me matar, já era. Tem prova. Vou para a cadeia com honra e glória. Tá feito, já era”, relatou a mulher na filmagem.

A gravação foi publicada nas redes sociais, e de acordo com o site Metrópoles, a mulher foi levada ao plantão policial onde foi indiciado por homicídio qualificado doloso, cometido quando há intenção de matar, e por embriaguez ao volante.

Cláudia passa por audiência de custódia neste domingo (29), em Ituverava. Ela atingiu Adriano Joaquim Sampaio, 45 anos, duas vezes com o carro, por volta das 20h40.

Jornal Midiamax