Brasil

22 mil contribuintes receberão cartas da Receita Federal por suspeita de sonegação

Por Raira Rembi Segundo a Agencia Brasil, serão 22.299 mil contribuintes notificados pela Receita Federal com suspeita de sonegação fiscal. Desde setembro de 2013 a dezembro de 2017 o total sonegado pode chegar a R$ 1,6 bilhão de reais segundo a receita. A Receita Federal informou que existem inconsistência  prestada por empresas, na Guia de […]

Da Redação Publicado em 06/09/2018, às 12h15

(Foto: Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil) - (Foto: Agência Brasil)

Por Raira Rembi

Segundo a Agencia Brasil, serão 22.299 mil contribuintes notificados pela Receita Federal com suspeita de sonegação fiscal. Desde setembro de 2013 a dezembro de 2017 o total sonegado pode chegar a R$ 1,6 bilhão de reais segundo a receita.

A Receita Federal informou que existem inconsistência  prestada por empresas, na Guia de Recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e de Informações à Previdência Social (Gfip) e as apuradas pela fiscalização.

Se confirmadas as suspeitas, os contribuintes terão que encaminhar Gfip retificadora e efetuar o recolhimento das diferenças de valores de Contribuição Previdenciária, com acréscimos legais.

As multas podem chegar a 225%, além de representação ao Ministério Público Federal por crimes de sonegação fiscal, entre outros.

As empresas que não receberem as cartas, ao identificar equívoco na prestação de informações ao Fisco, devem fazer a autorregularização, que pode ser feita até o dia 31 de outubro de 2018.

A carta enviada pela receita irá informar aos contribuintes como fazer a autorregularização, ela será enviada para o endereço cadastral constante do sistema de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Jornal Midiamax