Brasil

MPF investiga esquema de desvio de cocaína de cofre da Polícia de SP

Cocaína retirada de cofre do Denarc era traficada por policiais 

Joaquim Padilha Publicado em 03/07/2017, às 10h49

None

Cocaína retirada de cofre do Denarc era traficada por policiais 

O Ministério Público Federal investiga um esquema de desvio de cocaína dos cofres do Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico), em São Paulo, operado por policiais civis. A investigação foi tema de reportagem do “Fantástico”, neste domingo (2).

Segundo a reportagem, pelo menos 53 lacres de cocaína apreendidos no Denarc teriam sido desviados por policiais em um período de dois anos.

O investigador Bruno Luiz Soares Figueiredo, preso desde o ano passado, é apontado como o articulador do esquema. Por meio de escutas, promotores descobriram que Figueiredo misturava produtos químicos à droga apreendida, para disfarçá-la.

A droga seria negociada pelos policiais com traficantes. Um outro policial que não teve o nome revelado é acusado de ajudar o investigador a desviar a cocaína do cofre do Denarc. Figueiredo é ainda suspeito de alertar criminosos de uma operação policial na cracolândia, ocorrida no dia 5 de agosto do ano passado.MPF investiga esquema de desvio de cocaína de cofre da Polícia de SP

A SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública) afirmou em nota que o policial foi preso. A Secretaria diz ainda que possui imagens do interior do cofre de armazenamento de drogas do Denarc, que foram analisadas e não comprovaram que “qualquer funcionário tivesse acessado o conteúdo dos sacos que acomodavam as drogas”.

O governo de São Paulo diz que não irá tolerar “desvio de conduta”. O advogado de Figueiredo, Jonas Margazão, nega as acusações. “Ele não é traficante. Pelo contrário, é um policial elogiado que nunca teve nenhum problema disciplinar”, disse.

Jornal Midiamax